SEO Summit 2018 – o Google está cada vez mais inteligente!

Pela brincadeira no título, você já deve ter entendido o que foi o RD Summit para mim.

Antes do evento começar, a gente pode escolher quais palestras deseja participar pelo aplicativo deles, e eu escolhi TODAS as palestras que falavam de SEO. Então, por motivos óbvios, esse texto precisa falar sobre isso.

E você também deveria estar falando sobre isso! Não acredita? Então espera até chegar no final deste texto porque esse esquema de SEO vai blow your mind.

Tim And Eric Mind Blown GIF - Find & Share on GIPHY

EAT – expertise, autoridade e confiança

Para começar com tudo, a segunda main session do primeiro dia foi sobre… SEO. Marie Haynes, uma canadense bem conhecida dos paranauê do Google, deu várias dicas espertas sobre como aumentar a autoridade do seu site.

Dica #1 – O escritor deve ser qualificado.

O Google não gosta quando um zé ninguém escreve sobre gripe, por exemplo. Afinal, dicas médicas devem ser dadas por pessoas especializadas no assunto. E isso é ótimo! Significa que o Google melhora sua pontuação por estar colocando pessoas experientes e qualificadas para falar sobre o assunto.

Isso significa que é importante mostrar quem está escrevendo os seus artigos. O Google consegue “ler” tudo que essa pessoa já escreveu na internet e o que falam sobre ela, o que significa que ele sabe dizer se a pessoa é especialista ou não. Por isso, cuidado para não criar perfis fakes para escrever sobre sua empresa.

Dica #2 Cuidado com suas informações

Sabe aquela sensação de ódio que você sente quando tenta devolver um produto online e é simplesmente difícil demais? O Google também está de olho nisso. Páginas como termos e condições e páginas de devolução devem ser simples de achar e de entender.

Também é importante deixar claro o propósito do seu site. Quem é sua empresa? Por que ela está falando sobre esse assunto? Não deixar anúncios disfarçados no meio da página ou enganar o usuário.

Já foi o tempo em que SEO era construir links para páginas compradas né amigos!? E todas essas dicas, na verdade, são orientações do próprio senhor Google. Ele muda suas diretrizes de vez em sempre, então é bom ficar de olho.

Im Watching You GIF by Converse - Find & Share on GIPHY

SEO – você está fazendo isso errado

Você está perdendo oportunidades. Essa afirmação pode parecer dura, mas foi o que Felipe Bazon fez a gente sentir na palestra dele sobre SEO.

Primeiro, porque as estratégias de marketing deveriam SEMPRE ser pensadas de maneira integrada. E eu não digo isso apenas para online e off-line, mas também para mídias sociais e adwords, por exemplo.

Para deixar mais resumido, fiz uma lista com alguns insights de sua palestra:

  • Se você está fazendo anúncios em mídias, eventualmente as pessoas vão te procurar no Google. Você está respondendo às perguntas delas?
  • Seu site faz sentido para o seu público? Ele conversa com as suas personas?
  • Você está criando a oportunidade das pessoas te acharem, após serem impactadas por uma mídia off-line?

E ele ainda citou o novo site da BMW, que mais parece uma revista e está muito mais direcionado para criação de conteúdo para as personas da marca. Sobre isso, o próprio Jörg Poggenpohl, cabeça do marketing digital da marca, responde (tradução livre da autora aqui):

“Se as pessoas estão falando sobre drones, então nós temos que ser capazes de achar uma conexão com nossos produtos para criar um artigo. Os artigos que você verá no site no futuro serão muito mais orientados por dados.”

Seja a resposta

Você é a resposta para as perguntas dos seus clientes? É com essa pergunta que Maryna Hradovich abriu sua palestra, falando sobre algumas das principais mudanças no comportamento do Google.

Sim, comportamento. Porque o mecanismo de pesquisa do Google é uma Inteligência Artificial. O mais bacana sobre isso é que rolou uma pesquisa com os participantes do RD Summit sobre qual seria a próxima grande tendência do marketing digital, e adivinha qual foi o vencedor…

A tal da inteligência artificial!

Para exemplificar melhor, eu fui pesquisar alguns termos no Google.

O primeiro foi “alisar cabelo”. Veja, o Google já entende que o que eu procuro provavelmente é um tutorial! Por isso, os primeiros resultados aqui são vídeos e links que trazem o passo a passo de como alisar o cabelo.

Ele também já me traz uma lista de possíveis produtos que vou precisar para completar o procedimento.

O segundo termo que eu pesquisei foi “cabelo curto”. De novo, o Google entende que, de acordo com o comportamento dos usuários, eles querem ver fotos! Exemplos de cabelos curtos que eu poderia mostrar para o meu cabelereiro, quem sabe.

E o terceiro termo que pesquisei foi “o que é alisamento”. Aqui, ele responde claramente minha pergunta. Vejam que já aparece o tal do Snippet, ali do ladinho.

Não sei vocês, mas isso me fez pensar (e muito) sobre como estamos lidando com essas mudanças. Se o Google continua melhorando sua performance, isso quer dizer que, cada vez mais, ele conseguirá distinguir conteúdos EXCELENTES de conteúdos MEDIANOS.

E é nisso que deveríamos apostar. Criar conteúdo que faça a diferença na vida das pessoas. Criar autoridade baseada em relevância, em confiança. Chega de “truques” para tentar ranquear melhor.

Vamos construir conexões e vender sucesso!

Ftw Win GIF - Find & Share on GIPHY

 

Sobre o autor

Anne Mello

Diretora de Arte, trabalha na Woop há 5 anos e é apaixonada por gatos, feeds, design e marketing digital.

Gostou deste artigo?
Então assine nossa newsletter e receba nosso conteúdo especial e GRÁTIS.